Os pedidos de produtos que estão em estoque sao aceitos até o dia 18 de dezembro.

Carrinho de compras
0 | 0.00 €
O carrinho está vazio
Primeiro adicione as mercadorias
  • Produtos de luxo de qualidade 100% caxemira
  • Escreva-nos!info@caxemira.pt
  • Dúvidas?+421 918 471 148 ?

Caxemira - a história do tecido natural mais caro do mundo.

A história da caxemira é uma história de luxo, beleza e elegância. Os lenços de caxemira tecidos à mão (pashmina) na Idade Média eram um sinal de pertencer a camadas mais altas da sociedade, um suéter de caxemira ou um colete era uma peça básica do guarda-roupa de um cavalheiro inglês.

Qual é a história de caxemira? Não a caxemira não vêm, como poderia o seu nome sugerir, da província indiana de nome homônimo, mesmo se no século 16 os tecelões locais produziam lenços sutis e notavelmente coloridos. Vem dos altos planaltos dos Himalaias na China e Mongólia, onde vivem  as cabras de caxemira, cujo pêlo (ou melhor dito, sua parte inferior macia, os chamados sub-pêlos) é a matéria-prima básica para a produção da lã de caxemira. O inverno de 6 meses e as geadas que muitas vezes chegam até -40°C, dão ao pêlo da cabra as qualidades que são apreciadas em todo o mundo - maciez, suavidade e calor.

A caxemira em países da Europa.

Na Europa a caxemira apareceu durante os tempos do Império Romano. A verdadeira era da caxemira nos países europeus porém começou em algum momento no início do século 19, quando em Paris os lenços de caxemira importados do Oriente se tornaram um hit fashion. E logo em seguida as empresas de fiação francesas e inglesas começaram a processar a caxemira crua importada da China - a caxemira a décadas é uma mercadoria muito apreciada no mundo da moda. Durante o século 20, a demanda pelos produtos de caxemira subia e descia alternadamente, e agora, no início do século 21, a demanda por suéteres e pashminas de caxemira novamente começou a aumentar muito. Em nossa loja virtual estamos cientes disso e oferecemos os melhores produtos que existem hoje no mercado de roupas de caxemira.